segunda-feira, 9 de julho de 2012

Quem tem Síndrome de Down pode engravidar?

Esse é um assunto sempre delicado para as famílias: sexualidade. Seja por falta de informação, medos ou pudor. Entretanto, é um assunto que precisa ser abordado com os filhos, pois como qualquer pessoa eles também tem seus desejos e necessidades.
No caso dos jovens e adultos com Síndrome de Down que tem vida sexual ativa é preciso estar atento aos cuidados emocionais e físicos dos relacionamentos e a educação sexual é extremamente necessária. A gravidez deve ser considerada e a decisão, cuidadosamente tomada ouvindo todos os envolvidos.

Recentemente o site do Movimento Down publicou um texto bastante esclarecedor sobre gravidez e Síndrome de Down, fiz algumas adaptações e compartilho nesse espaço (abaixo segue o link para quem quiser lê-lo na íntegra):

Pessoas com Síndrome de Down podem engravidar?
"A possibilidade de mulheres com a trissomia darem à luz ainda é uma novidade para muitos. Se não houver problemas graves de ovulação, elas podem engravidar normalmente.
Já os homens com síndrome de Down dificilmente têm filhos. Embora não haja muitos estudos sobre o assunto, acredita-se que a infertilidade seja consequência de um menor número de espermatozoides e de uma maior lentidão em sua movimentação, o que dificulta a ocorrência da fecundação."

Será uma gravidez de risco?
"Assim como ocorre com mulheres sem a trissomia, a gravidez só é considerada de risco se a gestante apresentar algum problema de saúde que justifique cuidados extras, como cardiopatia, pressão alta, diabetes ou obesidade. No entanto, a ocorrência dessas patologias associadas é maior nas pacientes com síndrome de Down. Além disso, é importante ter atenção aos cuidados do pré-natal – pela falta de informação da gestante e da família, pode ocorrer que mães nessas condições só se consultem com um médico quando a gestação já estiver adiantada.
Os cuidados durante a gravidez são os mesmos que todas as outras mulheres devem tomar, considerando em cada caso a ocorrência ou não das questões citadas acima."

E parto, como será?
"O tipo de parto é definido de acordo com o estado geral da mulher e do bebê – caso a mãe tenha um problema de saúde para a qual não seja indicado o parto normal e/ou o bebê apresente alguma malformação, a cesárea será o método escolhido. A vontade da paciente também é levada em consideração: se ela e sua família se sentirem mais seguras com a cesárea, o médico provavelmente fará esta opção."

Existe algum caso de gravidez de pessoas com Síndrome de Down?
"Ainda são poucas as mulheres com síndrome de Down que se tornaram mães. Segundo a literatura médica, existem pouco mais de 30 casos de mulheres com SD no mundo que tiveram filhos sem a trissomia. Duas delas estão no Brasil."

Conheça a história de Cínthia, Miguel e de seu bebê (Augusto):


Leia o texto do Movimento Down na íntegra:
http://www.movimentodown.org.br/content/mulheres-com-s%C3%ADndrome-de-down-e-gravidez

Um comentário:

  1. Boa tarde,

    Gostaríamos de lhe fazer uma proposta de parceria, caso tenha interesse em conhecê-la pedimos a gentileza de que entre em contato conosco pelo e-mail divulgacao@jurua.com.br e informe o endereço de seu blog/site para lhe encaminharmos a proposta correta.

    Atenciosamente,
    Alex Chagas
    Juruá Editora

    ResponderExcluir